segunda-feira, dezembro 18, 2006

Entrevista com Sérgio Felipe Ferraz Coutinho - Cerimonialista

Começo hoje uma série de entrevistas com profissionais ligados à cerimônia de casamentos. O meu primeiro entrevistado é o cerimonialista Sérgio Felipe Ferraz Coutinho, que todos os freqüentadores habituais deste blog já conhecem e que será o responsável no dia 12 de maio de 2007 pelo meu casamento.

1) De que maneira você começou a trabalhar no universo dos casamentos?

SF: - O primeiro casamento que eu participei foi o de uma pessoa muito próxima minha que é quase uma irmã, e eu estabelecia o contato entre a família e o cerimonialista contratado. Eu cuidava da organização com a visão do cliente e prestava atenção nos detalhes e fui me entusiasmando com o assunto festas. O casamento foi em novembro e em janeiro eu já estava trabalhando com o mesmo cerimonialista que precisava de alguém tão detalhista e exigente quanto eu (mas como parte do seu pessoal e não como cliente chato rs)

2) Você trabalhou alguns anos com Ricardo Stambowsky, um dos mais conceituados cerimonialistas do Rio de Janeiro. Qual foi seu maior aprendizado nesse período?
SF: - Eu diria que eu devo a maior parte dos meus conhecimentos a ele e eu não poderia ter começado de forma melhor, podendo assumir o cerimonial de qualquer tipo de evento com experiência e segurança.

3) No que consiste exatamente o trabalho de um cerimonialista?
SF: - O cerimonialista é o responsável pela organização de um evento (cerimônia), seja ele um casamento, uma simples festa de aniversário, um batizado ou qualquer outro. Mas, na verdade, ele vai um pouco além. Em meio ao nervosismo dos familiares e dos responsáveis pelas festas, cabe ao cerimonialista apaziguar os ânimos, resolver os pepinos e não deixar que isto transpareça de forma alguma. O papel principal é o de apresentar todas as possibilidades para um dado evento e ir lapidando o mesmo conforme o cliente.

4) Qual costuma ser a maior cilada encontrada por você na organização de um casamento? O que mais te estressa?
SF: - Acho que o que mais me estressa são as pessoas dizerem que já conhecem tudo, já sabem tudo e conhecem todos os fornecedores. Bom, se fosse assim tão fácil, para quê que eu existiria? No mais, eu aprendi a conviver com a pressão e agilidade na hora de resolver as coisas, dificilmente você vai me ver estressado.

5) Como resolver a sempre difícil equação: um bonito casamento x um orçamento apertado?
SF: - Devemos sempre usar um pouco da imaginação e da criatividade. Nem sempre o que é bom é o mais caro, assim como muitas vezes as pessoas pecam pelo excesso gastando muito mais do que deveriam. Ao longo de reuniões com os fornecedores as pessoas vão valorizando mais uns itens do que outros de forma a adaptar a festa ao budget.

6) Quem costuma te dar mais dor de cabeça: a noiva ou a mãe da noiva?

SF: - Até que eu não posso reclamar das minhas noivas, mas isto hoje em dia depende de vários fatores. Eu diria que geralmente quem dá dor de cabeça é quem está pagando, seja a noiva, mãe da noiva ou outro familiar envolvido.

7) Como lidar com a TPC (tensão pré-casamento) de uma noiva às vésperas da cerimônia?
SF: - Neste ponto eu sou super calmo e acho que sempre consegui passar calma e segurança às minhas noivas de uma forma geral.

8) Como você que é tão jovem, sente o peso de ser o responsável pelo dia mais sonhado por toda mulher?

SF: - Ihhh nunca pensei dessa forma!!! .... brincadeira... acho que pra mim é mais um evento que eu quero que saia 100% mas não é o dia mais especial da minha vida. Isso me faz ficar tranqüilo.

9) Que conselho você daria para alguém que aceitou hoje o pedido de casamento do seu namorado?
SF: - Corra para marcar a igreja e o salão que você quer na data que você está pensando ... e já vai com mais duas opções!!!

10) Qual é o momento de maior realização para um cerimonialista?
SF: - Eu diria que são dois momentos. O primeiro é o de você olhar a festa num certo momento e pensar: “ufa deu tudo certo, as pessoas estão se divertindo e o cliente satisfeito”; e o segundo momento é quando no dia seguinte você recebe um telefonema, um bilhete, um presente ou qualquer outra coisa do cliente que te contratou demonstrando como ficou satisfeito com a escolha. Muitas vezes o obrigado no final da festa representa um reconhecimento sem preço.

14 comentários:

Natasha disse...

Que delícia!!! Meu cerimonialista preferido dando entrevista no meu blog preferido.
uhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Adriana Teixeira disse...

Ele tb é o meu cerimonialista favorito!!!! Só quero ressaltar uma coisa, quando o Sérgio diz que ele é calmo, não é da boca para fora não. Ele é extremamente calmo. Se hj estou tranquila a 5 meses do casamento é justamente pela segurança que ele me transmite.

Natasha, obrigada pelo elogio ao blog. Vc é uma graça. Seu casamento será lindo!

Sérgio, Muito obrigada por ter arrumado um tempinho para responder.

Beijos

Aline disse...

Adorei a idéia das entrevistas! Acho que essa profissão é uma das mais estressantes (só perde para controlador de voo kkkkk). Não deve ser nada fácil lidar com noivas.

Maria Clara disse...

Realmente a idéia das entrevistas foi o máximo! Realmente, marcar salão e igreja talvez seja a parte mais difícil. Sofri na pele.

Izabel Pena disse...

De tanto ouvir voce falar no Sergio eu já me sinto intima dele. Adorei a entrevista com um todo. Concordo totalmente quando ele fala das pessoas que dizem que ja sabe tudo sobre casamento. Se fosse tão simples assim ninguem precisaria de um cerimonialista. Acho que essa parte da profissão deve ser muito chata mesmo.

Simone disse...

Olha o famoso Sergio aqui! Parabéns aos dois pela entrevista fantástica. Eu dou bastante trabalho para minha cerimonialista, mas minha mãe dá muito mais. As vezes acho que ela irá enlouquecer a pobre coitada.

Camila disse...

Trabalhar com o Ricardo Stambowsky deve ter sido um super aprendizado mesmo. Toda vez que vejo uma entrevista dele fico fascinada!
P.S: Simone, a minha mãe tb enlouquece a minha cerimonialista

Patrícia disse...

Esse blog tá ficando muito chique mesmo. Tem até entrevista! O Sérgio parece ser uma pessoa bem legal. Adorei as respostas dele. Não é aquele discurso pronto de cerimonialista.

Victor e Juliana disse...

Dri, achei o máximo a idéia das entrevistas!!!! Adorei!
bjs

☆ Gisele disse...

Que legal Dri!
Adorei a entrevista, parabéns!!!

Desejo que 2007 seja um ano de muitas realizações, felicidades e saúde. Com certeza será! ;)

Beijinhos,
☆ Gi

Nat disse...

Dri,
Tomara!!! O seu casamento tb vai ser um sucesso. Estou torcendo muito pq vc merece. bjsss

dani disse...

Que legal a entrevista com o Sergio! Muito boa ideia, Adriana. Faltam apenas tres meses pro meu casamento e ainda nao fiquei louca... Uma noiva estressadinha como eu precisava mesmo de um cerimonialista zen como o Serginho... Passa tranquilidade e seguranca, muito importantes nesta hora.
Bjs e parabens pelo blog,
Dani

Raquel disse...

Oi, Adriana!

Achei seu blog por acaso e adorei! É leve, divertido e cheio de informações úteis! Pretendo casar em 2008 e estou procurando alguém legal para cuidar do cerimonial. Será que você poderia, por favor, me passar o telefone do Sérgio Felipe? Meu email é rpquel@uol.com.br Muito obrigada e boa sorte nos próximos passos!

Bjs,
Raquel

Michelle disse...

Olá, Adriana!
Fiquei deliciada com seu blog, pois parece que temos muitas idéias parecidas quando o assunto é casamento... Estou procurando um cerimonialista para o meu "grande dia", que será em junho de 2008. Será que você podia me passar o telefone ou o contato do Sérgio?
(mpmr@globo.com)
Muito obrigada, e boa sorte nessa reta final!!
Beijos
Michelle