quarta-feira, junho 06, 2007

A ENTRADA DA NOIVA NA IGREJA

Finalmente, as portas abriram-se! Um pouco tensa. Quase esmagando o braço do meu pai, de tão forte que eu apertava!Agora o sorriso começa a aparecer

Bom, tinha chegado a hora. Depois de alguns momentos de espera com meu pai do lado de fora da igreja, ouvi a fanfarra. Era minha deixa para endireitar a postura e ajeitar o bouquet no ossinho do quadril, assim ele não treme (segredo ensinado pela minha amiga Flávia).


Ao fim da fanfarra, as portas da N.S do Bonsucesso foram-se abrindo, juntamente com os primeiros acordes de "Pompa e Circunstância" (como amo essa música!!!). Uma coisa engraçada aconteceu; eu tinha certeza que entraria na igreja chorando do início ao fim do percurso, mas não. Só fazia sorrir! É claro que estava muito emocionada e tensa (quase esmaguei a mão do meu pai o braço do meu pai). Mas no geral só conseguia sorrir!


Não me lembro de muita coisa nessa hora. Vi alguns rostos conhecidos (as meninas do orkut, eu lembro bem), vi uma prima se acabando de tanto chorar... Mas no geral não lembro de quase, só de algumas pessoas me olhando e eu sem consegui parar de sorrir. Principalmente quando vi o Renato todo lindo me esperando no altar.


Várias amigas vieram me perguntar o que passou pela minha cabeça nessa hora. Honestamente, não sei. Parece que um filme vai passando pela sua cabeça. Mas é uma sesação única e inesquecível.

3 comentários:

Daniel disse...

Ahhh deve ser uma sensação muito bacana mesmo!!!

Anônimo disse...

Adriana, há muito tempo eu acompanho o seu blog e sei como vc preparou seu casamento com tanto carinho. Até li os posts de quando vc ficou mto triste... Mas é com mta alegria q eu vejo agora as fotos do seu casamento e vejo como tudo deu certo e como estava lindo!!!!

Parabéns!
Felicidades!
Daniela

grazi disse...

to amando ler os relatos e ver as fotos