segunda-feira, março 01, 2010

A PRIMEIRA ASSADURA



Vocês devem ter percebido, que não comentei muito sobre o meu carnaval por aqui. Ele não foi dos melhores, pois a Bibi assou pela primeira vez, e foi uma mega assadura. Sábado pela manhã ao trocar a fralda dela, levei um susto! Ela tava inteiramente assada, uma coisa horrível! Comecei a usar uma pomada com zinco. Primeiro, tentei a A+D oxid cream, mas como não deu muito resultado, mudei para dermodex tratamento, e aí sim, ela apresentou uma discreta melhora. Outra coisa que eu fiz, foi deixá-la sem fralda sempre que dava. É claro que é complicado, mas a pele do bum bum precisa respirar, ficar abafada é pior. No dia seguinte, a melhora tinha sido muito discreta, então ela teve que usar uma pomada a base de cortisona (intercalada com a Dermodex) (atenção: não façam isso sem a ordem do pediatra), só assim, ela melhorou. Mas foi muito chato ver minha pequena sofrendo. Ela ficou super irritadinha, chorava toda hora e coçava muito o local afetado. Acho que doeu mais em mim do que nela. Espero que tão cedo não venha outra.

.
No site, Saúde Informações, tem uns esclarecimentos bem legais sobre o tema. Vou dar uma resumida no que eu achei legal
  • Assadura ou Dermatite das Fraldas é uma inflamação cutânea causada por uma reação às fortes substâncias químicas e enzimas das fezes e urina aliada ao acúmulo de calor gerado por essas substâncias. A fralda faz com que essa mistura fique em contato com o bum bum do bebê. A pele ficará irritada, vermelha, sensível e dolorida.
  • A idade mais propícia à assadura é em torno dos 9 primeiros meses de vida.
  • Antibióticos, diarréia e desidratação, são fatores que contribuem para a assadura.
  • Ao perceber os primeiros sinais de assadura, aplique uma pomada de oxido de zinco na região afetada a cada troca de fraldas. A pomada servirá como uma camada protetora entre as substâncias químicas e ácidas e a pele do bebê.
  • Ar e luz do sol são úteis tanto para previnir quanto para curar assaduras. Deixe seu filho sem fralda sempre que puder para que a pele possa respirar.
  • Sempre que possível, evite usar lenços umedecidos. Muitos contém fortes substâncias químicas que podem ser irritantes.
  • Se a assadura não melhorar em 2 ou 3 dias, procure o pediatra.
As informações abaixo, eu peguei no site da Revista Crescer. O link da matéria é esse aqui.
  • De acordo com os médicos para evitar assaduras, a receita é trocar as fraldas com frequência. Esse primeiro cuidado é essencial para garantir a saúde e a higiene da pele do neném. Com a constante troca de fraldas, afastam-se os principais motivos da assadura: a umidade, o abafamento e a contaminação por fungos e bactérias presentes na urina e nas fezes.
  • Não use talco na troca de fraldas. O produto pode abafar a pele e irritar ainda mais. Também há risco de partículas serem aspiradas pelo bebê.
  • Nada de investir em receitas caseiras, como Maisena, sem o conhecimento do médico.
  • Se não houver melhora, procure um médico. As assaduras são bastante doloridas e vão irritar bastante o bebê. Nos casos mais graves, pode ocorrer até febre.

9 comentários:

Flavia Bernardo disse...

Caramba, Dri!! Que barra!
Assadura deve incomodar demais!! Quando as crianças pegam essas viroses doidas e ficam com diarréia também é muito provável adquirirem uma assadura por conta da acidez das fezes. Duas amigas minhas sofreram com as assaduras das filhas por conta de diarréia de virose. Sinistro.

Mas que bom que tudo se resolveu por aí!

Beijocas.

Renata Rainho disse...

nossa que pena!

Dri Viaro disse...

Oi xará!!

Eu sempre usei polvilho nas minhas crianças, eles nunca apresentaram assaduras, graças a Deus, faz o teste? é aquele antiséptico granado mesmo, a cada troca de fralda.

bjs

Leticia disse...

Aqui em casa só a dermodex resolve.Acho um crime essa historia de botar maisena.

Natalia R disse...

Excelente post! Meu filho caçula pegou uma assadura tão forte que parou no hospital. Só passou com antibioticos e pomada de cortisona. Desde desse dia redobrei todos os cuidados. Fiquei bem neurótica

Carolina disse...

Eu uso Hipoglos amendoa e amo!. Meu filho nunca assou.

Adriana Mello disse...

Dri - Eu tenho ess da Granado (o da linha baby) Eu uso quando ela tem brotoeja nas dobrinhas. No bum bum, nunca usei não.

Natalia - Hospital? Sério? Como foi isso?

Camila França disse...

Eu adoro bepantol. Acho o melhor!

Paty disse...

não sou mãe, então fica complicado palpitar, mas fiquei com dó da Bia. Que bom q agora ela está bem, pq assadura é uma coisa q enlouquece os bebês, incomoda muito.
Minha prima usou bepantol com o filho dela, e amou.
Eu uso bepantol para lábios ressecados, principalmente no inverno. Foi receitado pela minha dermatologista. E já indiquei bepantol pra muitas amigas pra diferentes casos. Pra ressecamento dos lábios mas tb pra casos de alergia por algum creme( tipo creme depilatório ) e pra queimaduras leves. Foi muito bom, em tds os casos.
Sobre assaduras, o uso do bepantol foi muitoo bom com o bebê da minha prima.
Beijos