sexta-feira, junho 15, 2007

CERIMÔNIA PARTE V: O CHORO



Bom, depois de muito esforço, gaguejar, tremer e usar de todos os recursos que conhecia para não chorar, teve um momento em que não aguentei e desabei (e olha que foi muito pior do que a foto mostra. É que ainda bem os fotógrafos só pegaram essa). Foi na hora de cumprimentar meu pai. Sei que muita gente não vai entender o porque de justamente neste momento eu ter desmoronado. É complicado explicar. Geralmente, as meninas quando ficam noivas contam com a ajuda da mãe e todos os momento. Eu não tive essa sorte, por causa dos problemas de saúde da minha mãe Só tinha o Sérgio, o Renato e o meu pai. O meu pai chegou a ir em diversos lugares comigo para ajudar a escolher algumas coisas. Mas, como ele tem uma agenda de trabalho lotado, esses momentos eram raros. Mas mesmo assim, ele nunca deixou de participar, todo dia quando chegava do trabalho, fazia questão de perguntar por tudo! Queria saber de todo o andamento das coisas, mas acima de tudo, do jeito dele, essa era a maneira dele me mostrar que apesar de todos o problemos que estávamos (e estamos) vivendo, ele se importava e que eu não estava sozinha. Tanto que ele me proporcionou o casamento dos meus sonhos.


Só eu ele sabemos o que temos passados nesses últimos tempos, então nem adianta eu me prolongar e tentar explicar para vocês, porque não vou conseguir. E tem também o fato sempre termos sido muito ligados, desde pequena sempre fui muito grudada nele.


Uma grande amiga de infância (e madrinha de casamento) perguntou o que tinha passado na minha cabeça neste momento? Eu respondi que não sabia (e tava sendo honesta). Ela insistiu querendo procurar uma razão para essa cena. Aí eu falei: "quando você casar ,você vai saber". Foi a única coisa que ocorreu para responder na hora.


E até hoje (1 mês depois) não sei a resposta. Sei que muitos acharão a cena um pouco ridícula, mas eu não ligo. Esse momento foi só meu e do meu pai (só nosso). Para nós dois não tinha mais ninguém naquela igreja. E justamente por essa razão, tenha sido tão intenso.

8 comentários:

grazi disse...

o que sua mãe tem????
bjos

M.CLARA disse...

QUE LINDA ESSA FOTO!

Patrícia disse...

Na hora em que vi a foto quase chorei. Após ler o texto quem caiu no choro fui eu.
Beijos

Simone disse...

Eu tb chorei. Muito, muito, muito lindo!

Mari disse...

Realmente esse momento foi só de vocês. Deve ter sido muito emocionante presenciar essa cena.

Binha disse...

Dri, algumas emoções ninguém nunca vai conseguir explicar, mas, é uma delícia sentí-las, e essas emoções acabam refletindo nas outras pessoas que ficam emocionadas tb..

Fico muito feliz em saber que vc tem esse relacionamento lindo com seus pais.

Beijos, Binha.

renata disse...

Dri, este seu relato mostra que mais importante que a pessoa estar sempre ao seu lado e ela estar sempre torcendo por vc e se importando, tenho certeza que seu pai gostaria de estar sempre, mas ele fez o possível.
Muita luz pra vcs. bjo

Izabel Pena disse...

Que linda essa foto! Chorei junto, imaginando quando for a minha hora.