quinta-feira, junho 14, 2007

CERIMÔNIA PARTE IV: OS VOTOS, AS ASSINATURAS E CUMPRIMENTOS

Votos
Votos
Votos

Votos

Ivan(meu cunhado) assina o livro como testemunha.

Lulu assina o livro como testemunha.
Renato assinando o livro.

Eu assinando o livro.
Até nas horas sérias, ele fazia a gente rir!!! Por isso adoro esse Frei Zé Pereira!

Renato e sua mãe.

Como eu temi que esse momento não fosse possível. Mas graças a torcida de várias pessoas (algumas amigas preciosas minha) deu tudo certo. Poucos sabem o que esse abraço significou para mim.


Uma das coisas mais legais da cerimônia do Frei Zé Pereira é a parte dos votos nupciais. Os votos dos noivos são personalizado, por issso aparecemos nas fotos lendo esse papel. Não vou lembrar exatamnete das palavra (prometo que quando receber o dvd, transcrevo), mas lembro que estava muito nervosa, gaguejava e já me controlando muito para não chorar. Creio que no fim, dei uma engasgada feia para não cair no choro e precisei da ajuda do Frei para terminar. Mesmo com o papel na mão, precisei que o Frei soprasse as palavras para mim, porque não conseguia ler mais nada. Essa minha situação patética, contrastava com a do Renato, como sempre seríssimo (e possuidor do dom da oratória). Ele falou brilhantemente, não gaguejou nem nada, só eu fiz esse papelão. Mas enfim, acho que foi normal.
Depois foi a a hora da assinatura. Primeiro, foram chamadas as testemunhas: Lulu (minha irmã) e Ivan (meu cunhado). Algumas testemunhas assinam na sacristia, mas eu quis prestar uma homenagem aos dois, que sempre foram tão legais e nos ajudaram tanto! E acho que eles ficaram bem contentes com a homenagem. É verdade que muito de vez em quando eu minha irmã temos uns "arranca rabos", mas sempre passa. Nós sabemos muito bem da importância de uma na vida da outra. Já enfrentamos uma perda terrível há uns anos atrás e é exatamente por isso que cada briga nossa não dura muito. Porque sabemos muito bem, como é bom termos uma a outra depois de tudo que nos aconteceu.
Bom, chegou a nossa hora de assinarmos os documentos. Me lembro de que quando chegou a minha vez, o Frei ficava soprando: "nome de solteira, nome de solteira". Acho que depois do vexame dos votos, ele ficou com medo que tivesse tido algum apagão cerebral. Ah! Outra coisa engraçada nessa hora, foi aquela velha história da caneta. Aquele medo dos noivos de esquecerem de levar uma caneta bacana para a cerimônia e acabar saindo nas fotos com uma caneta Bic, sabem? Resultado, demos essa função para o meu pai que tem uma caneta tão linda que até rendeu um dos já famosos comentários do Frei Zé Pereira. Mas o que não esperávamos era que o Frei tb tivesse levada uma caneta dele, toda linda e dourada. Ficou aquela situação, de 2 canetas estendidas para gente. Pegamos a do meu pai mesmo. Mas foi engraçado.
Na hora dos cumprimentos, fizemos uma pequena maldade com os fotográfos. Ao invés irmos os dois para o mesmo lado, fomos um para cada lado. No ensaio na véspera, tanto eu como o Renato e o Sèrgio concordamos que ficaria mais bacana assim. Fizemos isso tanto nos cumprimentos com os pais como com os Padrinhos. Vi os fotográfos meio agitados e achei um pouco engraçado. Vamos ver como vai sair esse dvd (rsrsrsrs). É claro que não fizemos isso, para brincar com os fotográfos. Eu pelo menos, sempre achei mais bonito, cada um ir para o seu lado e depois inverter. Bonito fica, mas dá uma trabalheira danada fazer isso com vestido de noiva. Pois é um cruza para cá descruza para lá... ainda bem que não caí como em diversos pesadelos que eu tive.











6 comentários:

Danielle disse...

Oi Adriana,

Apareci de novo pra fazer um comentário, mas não pense q estou deixando de acompanhar, pois não estou, to adorando as fotos, os detalhes, td td!!!

Essa parte dos votos é incrível mesmo, tb me esforcei pra não chorar!!!
Qto a brigas de irmãos é super normal, eu com meu irmão não é diferente,mas como vc disse, cada um sabe a importância do outro em sua vida!!!

E qto ao momento com a sua mãe, Lindo!!! Senti isso em relação ao meu pai, pois por serem separados, estávamos afastados, mas nunca o vi tão presente como na época do meu casamento e isso não vou esquecer nunca,foi um momento único!Pena q poucas pessoas dão valor a isso e qdo perdem é que se dão conta!

Bem continue com a sessão de fotos e detalhes q estou amando e Parabéns de novo pelo casório, tava td lindo e de muito bom gosto!

Bjs

Simone disse...

Duvido que vc tenha parecido uma boba em qq momento. Vc estava apenas emocionada, o que é normal.

Lindo seu momento com sua mãe!

Adriana Teixeira disse...

Obrigada, Danielle. Sei que as vezes pode parece meio chato, eu ficar postado todas as fotos. Mas é que foi um momento tão importante para mim, que gosto de deixar td registrado.

Simone - Foi meio vexame, sim. Nem quero ver o DVD.

Beijos

ALine disse...

Eu concordo com a Simone. Duvido que tenha sido vexame. Deve ter sido é emocionante, isso sim. Linda sua foto com a sua mãe.

M.CLARA disse...

DRI, VC E DURA NA QUEDA. GAGUEJA, SE ENROLA, MAS NÃO CHORA. EU QUE NÃO ESTAVA LÁ JÁ CHOREI APENAS VENDO ALGUMAS FOTOS!

VC E SUA IRMÃ SÃO GÊMEAS?

Adriana Teixeira disse...

M. Clara - Eu e minha irmã nõ somos gêmeas não. Mas ela vai adorar saber da sua pergunta (rsrsrs)
Beijos