segunda-feira, março 15, 2010

VACINAÇÃO H1N1


Semana passada levei a Bibi para uma consulta de rotina no pediatra e perguntei sobre a questão da vacina. É para levá-la ou não? Ele me orientou a nem pensar duas vezes e levar assim que começar a vacinação. Levei uma lista de perguntas e ele me esclareceu alguns aspectos:
.
- A reação desse tipo de vacina é semelhante a de qualquer vacina; o lugar da aplicação pode fica um pouco dolorido e vermelhinho, a criança pode ter um pouco de febre... tudo aquilo de sempre.
.
-A vacina não é garantia que o bebê não terá a doença. Mas caso tenha, ela será bem mais fraca do que se não tivesse tomado a vacina (o que faz muito diferença).
.
- Mesmo quem teve a doença no ano passado, deve se vacinar. A validade é de aproximadamente 1 ano.
.
- Para as crianças menores de 9 anos, serão aplicadas duas doses da vacina com um intervalo de 21 dias entre as dose.
.
Confesso que não estou 100% segura. Tenho um pouco de receio dessas coisas muito novas. Mas já pensou se ela pega a doença? Deve ser bem pior do que a reação da vacina, não é? Meu pediatra me passou toda a segurança do mundo. Mas ainda estou meio assim. Vocês que são mães me compreendem, né? É complicado. Mas apesar de toda a preocupação, a tendência é que eu leve a Beatriz, sim. Nós temos o hábito de acreditarmos que essas coisas nunca acontecerão conosco, mas ano passado, meu sobrinho pegou. Então, sei melhor do que ninguém, que gripe pega mesmo em quem for. E não quero que minha pequena pegue. Mas o meu coração fica apertadinho. Vocês irão vacinar os filhos de vocês?

15 comentários:

Sofia Oliveira disse...

Oi Adriana! Tb estou super receosa, mas o meu pediatra falou a mesma coisa (Será que é o mesmo??...rsrsrs) e decidi que vou dar no Benjamin sim. Se eu não der acho que vou me culpar pra sempre se ele pegar a gripe. Meu coração já tá apertado!

bjs

Adriana Mello disse...

OI Sofia,

POis é, vc tá igual a mim. Eu tb vou dar na Beatriz, mas estou com coração apertado. Mas concordo com o pediatra, pegar a doença é muito pior.

Beijos

Renata Rainho disse...

Dri se eu tiver com a saúde ok vou tomar sim.

Leticia disse...

Não quero nem pensar nisso!

Camila França disse...

Eu vou vacinar sem dúvida. Faço td para evitar que meu filho pegue essa gripe.

Vanessa disse...

Ah... se meus filhos estiverem na faixa etária de vacinação eu não vou nem pensar! Lógico que vou dar... eu entro em pânico só de pensar... e, caso eles não estejam no calendário do governo, vou procurar uma clínica particular... prevenir é sempre melhor do que remediar!

Beijos!

Ministério da Saúde disse...

Cara Adriana, a vacina tem eficácia superior a 95%. Como você relatou, o objetivo desta campanha é vacinar a população mais vulnerável a desenvolver a forma grave da influenza H1N1. Por isso, a vacinação é tão importante.
No site www.vacinacaoinfluenza.com.br você encontra todas as informações sobre a campanha de vacinação, inclusive o calendário completo, a listagem dos grupos prioritários e respostas às dúvidas mais frequentes.
Se necessário, não hesite em entrar em contato.
Atenciosamente,
Ministério da Saúde
fernanda.scavacini@saude.gov.br.

Ministério da Saúde disse...

Prezada Sofia, é muito importante vacinar todos os que fazem parte dos grupos prioritários, inclusive as crianças.
Esses grupos foram definidos a partir de recomendações da Organização Mundial da Saúde e incluem pessoas mais suscetíveis à desenvolver a forma grave da influenza H1N1.
Se a Beatriz tem entre seis meses e dois anos de vida, ela pode ser vacinada gratuitamente entre 22 de março e 2 de abril.
Para ver respostas às dúvidas frequentes e outras informações sobre a campanha de vacinação, acesse www.vacinacaoinfluenza.com.br.
Atenciosamente,
Ministério da Saúde
fernanda.scavacini@saude.gov.br

Ministério da Saúde disse...

Desculpem. Uma correção: a Sofia vai vacinar o Benjamin.
Att,
Ministério da Saúde

Ministério da Saúde disse...

Prezada Adriana, a vacina tem eficácia superior a 95% e deve ser aplicada se a Beatriz tiver mais de seis meses de vida. Se ela ainda não tiver completado dois anos ou for portadora de alguma doença crônica, poderá ser vacinada gratuitamente no período de 22 de março a 2 de abril.
Para mais informações, acesse www.vacinacaoinfluenza.com.br
Atenciosamente,
Ministério da Saúde
fernanda.scavacini@saude.gov.br.

Ministério da Saúde disse...

Cara Vanessa, é isso mesmo! Se seus filhos fizerem parte de grupo prioritário, é muito importante que eles sejam vacinados.
Veja no nosso site quais são esses grupos prioritários e saiba se seus filhos fazem parte de algum deles. O calendário de vacinação e muitas outras informações também estão lá: www.vacinacaoinfluenza.com.br
Atenciosamente,
Ministério da Saúde
fernanda.scavacini@saude.gov.br.

Paty disse...

Dri
Meu marido, que é da área da saúde, dentista, tomou a vacina hj, e va´rios colegas dele tb! não teve qq reação e por ele trabalhar tb em hospital( emergência na Unicamp), ele tem contato com diversos médicos de diversas áreas, inclusive pediatras.
Até agora, tdas as pessoas q tomaram não apresentaram reações. Nada mesmo.
E nos EUA e Europa esta vacina já estava sendo aplicada desde o fim do ano passado, pois no hemisfério norte o inverno chega antes..e memso com tanto frio por lá, não escutamos falar da gripe.
Fique tranquila e leve a Bibi pra tomar a vacina sem medo. è muito segura e isso vai protegê-la demais, vc vai poder ficar até mais sossegada qdo ela estiver brincando em parquinhos, ou shopping, enfim...
Bjão querida!
Paty

Flavia Bernardo disse...

Dri,
esse é o mesmo dilema que estou. A pediatra do Arthur disse tb que não está convencida ainda sobre a eficácia da vacina e tb sobre as reações que pdoem dar, mas que não iria recomendar a não vacinação, pq não se sabe como será esse surto da gripe suina esse ano.
Eu já li muito sobre as duas correntes (pró e contra vacinação) e nenhuma das duas me convenceu a ponto de eu ter uma opinião solidamente formada.

Eu devo vacinar, mas com uma Mega interrogação na minha cabeça. Primeiro porque sei que vou sofrer uma baita pressão da familia pra vacinar, segundo pq se Arthur pegar essa gripe vou me sentir muito, muito culpada!

Enfim é a velha máxima: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.
Que nossos pequenos fiquem bem protegidos pela vacina.

Ministério da saúde disse...

Prezada Flávia,

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) a vacina é segura e já está em uso em outros países. Não tem sido observada nesses países uma relação entre o uso da vacina e a ocorrência de eventos adversos graves. E antes de ocorrer a vacinação é comprovada sua eficácia e qualidade. A vacina registra uma efetividade média maior que 95%.

Att,
Ministério da Saúde
fernanda.scavacini@saude.gov.br

Vanessa disse...

Olá!!!

Tive as mesmas dúvidas antes de tomar a vacina, pois estou grávida de 04 meses e de vacinar meus dois filhos: a Maria de 2 anos e o Breno de 11 anos. Embora os dois não estejam dentro da faixa etária do calendário de vacinação fiz questão de vacina-los. Esta doença é mt séria e não podemos arriscar. Meu marido tb se vacinou. Conheço outras famílias com crianças que tb tomaram a vacina. Segui as orientações da minha Ginecologista e da Pediatra das crianças. Para tranquilizá-las posso afirmar que nenhum de nós tivemos qualquer reação à vacina, nem mesmo febre. Que Deus nos livre e guarde. Saúde. Bjs
Vanessa